Slide toggle

Tag: fim de ano

Festa de Réveillon no condomínio e pandemia. O que fazer?

Equilibrar festas e segurança é o maior desafio para o condomínio não virar foco de contaminação

 

A época de festas de final de ano traz boas histórias com salões enfeitados, moradores vestidos de branco, música e muita felicidade. Porém, com a Pandemia este cenário muda totalmente, um choque de realidade.

Mesmo após meses do início das restrições, muita gente quer confraternizar. Por isso o síndico deve se preparar para lidar com esse momento delicado e impedir que o seu condomínio vire um foco de contaminação. 

As medidas de restrição de cada cidade e estado acabam refletindo no dia a dia dos cidadãos. E os condomínios sofrem esses reflexos. 

Se não for possível manter o distanciamento necessário entre as pessoas, melhor riscar o salão de festas em 2020. E a explicação, embora exaustivamente difundida pela mídia, deve ser colocada para os moradores da forma mais objetiva possível. E ter a clareza de que todos precisam entender e aceitar, seja o condômino negacionista, seja o irresponsável ou aquele que simplesmente não aguenta mais o fardo da covid-19.

 

Áreas Comuns

As restrições não podem ser minimizadas por conta do Réveillon. Ao contrário, os condomínios precisarão fazer adaptações na sua rotina, já que haverá aumento do número de entrega de encomendas e visitantes. Isso exigirá que o síndico implante cuidados maiores em relação a limpeza e higienização das áreas comuns.

 

Checklist para Áreas Comuns

– Deixar o ambiente ventilado o máximo possível;
– Espalhar frascos de álcool em gel em diversos pontos do salão e em locais estratégicos, como próximos ao banheiro e às portas de entrada;
– Limitar o número de pessoas para manter a circulação o mais livre possível;
– Fixar cartazes dentro e na entrada do salão com as regras básicas: 1. lavar as mãos periodicamente e/ou usar álcool em gel; 2. manter a distância mínima de 1 metro da outra pessoa; 3. Usar máscara o máximo de tempo, retirando apenas para comer e beber.

 

Festas nas Unidades

Unidades protegidas protegem a coletividade. Esse bem pode ser o lema do condomínio quanto às festividades familiares. 

Em tempos de pandemia, orientar os moradores para receberem seus convidados com os protocolos de segurança deve ser uma constante. No período das festas de fim de ano, então, a orientação precisa ser redobrada.  

A principal é que o número de pessoas seja restrito. Nada de grandes festas e reuniões cheias de gente. A indicação oficial é que o grupo não ultrapasse dez. 

 

Orientação para os moradores e seus convidados

– Se alguém estiver com sintomas de covid-19, precisa cumprir isolamento;
– Disponibilizem álcool gel em todos os cômodos;
– Circulem dentro da unidade com calçados que não tiveram contato com o exterior;
– Não compartilhem utensílios, copos e talheres;
– Com convidados, procurem usar máscaras e manter algum distanciamento;
– Com mais pessoas na casa, redobrem a limpeza e higienização;
– Impreterivelmente, usem máscara fora de casa;
– Nos espaços comuns dos condomínios, evitem qualquer aglomeração.

 

Rever as regras de abertura dos espaços

Com o agravamento da covid-19 em muitas cidades, o momento é propício para fazer uma revisão de como as áreas e espaços de lazer do condomínio estão sendo utilizados. Porém, são decisões que não podem ser tomadas sozinho. Síndico, conselheiros e moradores precisam pensar juntos.

 

Como evitar conflitos com moradores impacientes ou negacionistas

À essa altura da pandemia, e depois de meses de confinamento, sempre haverá uma pessoa que se recuse a cumprir as regras de isolamento social e uso dos espaços comuns. Por isso, nada como a boa comunicação para que tudo fique claro, sempre em nome da proteção e do bem-estar da maioria. 

 

Aplicação de advertências e multas para os infratores

Há duas ferramentas para serem usadas:

1 – Conscientização, a reunião, a conversa, a mediação dos conflitos, a construção da paz a partir de círculos de diálogos deve ser sempre a primeira

2 – Quando não é possível, o outro instrumento é a punição, que passa pela aplicação de advertências e multas. 

 

Fonte base para esta matéria: sindiconet.com.br

Dúvidas?

Para mais informações e orientações, entre em contato com nossa equipe:

Telefones: (27) 3535-2438 / 3535-2439
E-mail: comercial@grupoatta.com.br

SÍNDICO: Chegou o verão! Confira dicas para a temporada em seu Condomínio

Férias de verão exigem mais cuidados e reforço na segurança dos condomínios.

É hora se preparar, pois nessa época do ano a Grande Vitória recebe um fluxo maior de pessoas. Cada condomínio possui sua particularidade e cabe ao síndico se organizar para esta época.

Além disso, os moradores de condomínios irão conviver com outra situação que vai impactar no dia a dia dos condôminos e do síndico: a pandemia. Devido aos aumentos de casos da Covid-19 e das incertezas acerca da vacina, a convivência em edifícios está sujeita a alterações nas medidas de segurança por parte dos governos municipal e estadual.

Confira algumas dicas para a temporada:

 

Manutenção:

– A época é de férias e as crianças ocupam mais as áreas de lazer, assim providencie uma inspeção do playground, que deve ser realizada por uma pessoa habilitada.

– As piscinas merecem uma atenção especial: providencie uma manutenção preventiva nos filtros e equipamentos, incluindo também os ralos anti sucção e botão de pânico, para promover a segurança dos moradores.

– Não esqueça o período de recarga dos extintores e de revisão das mangueiras.

– Mantenha as portas corta-fogo sempre fechadas e sem obstruções e faça uma revisão no sistema de alarme de incêndio e luzes de emergência.

– Faça a limpeza das caixas d’água e cisternas e verifique o funcionamento das bombas d’água, já que no verão são mais comuns os problemas de desabastecimento de água.

– Providencie a dedetização das áreas comuns e limpeza das caixas de gordura.

– Aumente os cuidados de limpeza nos locais onde é acondicionado o lixo e evite a infestação de baratas e outros insetos.

– Verifique o sistema de pára-raios. A primavera e o verão são períodos com maior incidência de raios no país.

– Para evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti tome cuidados especiais com ralos externos e verifique o escoamento adequado da água em lajes, marquises e calhas. Mantenha caixas d’água vedadas.

 

Segurança

– É importante lembrar que o condomínio precisa estar seguro tanto para os moradores que estão viajando quanto para os que permanecem no prédio, portanto, a atenção deve ser incrementada no período da noite e nas entradas de acesso ao prédio. Os únicos que devem ter acesso facilitado são os moradores. Prestadores de serviços, amigos e parentes devem ter regras para entrada.

– Confira se as câmeras de vigilância estão todas funcionando e, se necessário, planeje uma manutenção no sistema de videomonitoramento.

– Verifique o funcionamento de portões, portas ou fechaduras com defeito.

– Nesta época do ano não é recomendável dar férias para os funcionários, já que eles conhecem a rotina do condomínio, sabem quem são os moradores e podem auxiliar a manter o prédio mais seguro.

– O ideal é que a guarita do condomínio seja arejada, pois locais abafados provocam sonolência. O uso de ventiladores ou ar-condicionado é essencial durante o verão para um bom andamento do trabalho dos porteiros.

– A orientação aos condôminos é que, ao sair dos apartamentos por um tempo maior, fechem o registro de gás, de água e desliguem os disjuntores de energia elétrica.

 

Aluguéis de verão

– Nos condomínios com apartamentos voltados ao aluguel de verão é importante que o síndico tenha um maior controle sobre os apartamentos. Tenha um cadastro dos inquilinos temporários com informações, como: RG, CPF, placa do carro, número de pessoas autorizadas a acessar o condomínio e imobiliária ou corretor responsável pela locação.

– Dê atenção especial aos elevadores, já que são bastante exigidos na temporada. Não permita a superlotação de pessoas, especialmente com bagagens para evitar excesso de peso. Não permita que banhistas entram molhados no equipamento. E lembre-se: crianças menores de 10 anos não devem entrar desacompanhadas no elevador

– Para garantir o cumprimento das regras por locatários e visitantes, afixar avisos nos murais e elevadores informando as principais normas do regimento interno.

 

Dúvidas?

Para mais informações e orientações, entre em contato com nossa equipe:

Telefones: (27) 3535-2438 / 3535-2439
E-mail: comercial@grupoatta.com.br

Programação Especial de Dezembro/2020

O Grupo Atta vem carinhosamente desejar a você nosso cliente um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO NOVO!

Aproveitamos esse momento de festividades para informar nosso recesso de fim de ano, que será a partir de 21/12/2020.

Retornaremos no dia 04/01/2021, com todas as nossas atividades NORMALMENTE.

Neste período de recesso você não ficará sem nosso suporte, haverá uma equipe de plantão para atendimento, em caso de URGÊNCIA E EMERGÊNCIA entrar em contato através do telefone/whatsapp (27) 99921-3995. O Condomínio nunca para, e o Grupo Atta também não!

Agradecemos a parceria de 2020 e estaremos juntos para muitas conquistas em 2021.

Atenciosamente,
Grupo Atta Gestão Condominial

× Como podemos te ajudar?