Slide toggle
Mais um ano acaba de começar no condomínio. É hora de planejar o ano que está por vir. As contas (despesas e receitas) do ano anterior deverão ser reunidas (a não ser que se tenha um relatório do final do anterior) e analisadas. A base econômica e financeira da gestão deste ano será as contas do mesmo período anterior. Esse plano terá um grande papel no decorrer do ano do condomínio e é de suma importância que o síndico, juntamente com sua equipe de conselheiros, tome a iniciativa de elaborar o planejamento anual pois, acima de tudo, o plano do ano irá auxiliar, acima de todos, o próprio síndico. O condomínio só terá um bom ano se tudo for planejado desde o início. Isso inclui coisas além das reuniões e assembleias realizadas no condomínio.
Podemos dividir o planejamento anual em três principais pontos:

Planejamento financeiro:

Este, sem sombras de dúvidas, é o mais importante de todos. Além disso, ele irá conglobar os outros dois e aparecer de forma ativa em suas composições. Assim como este servirá de base para este ano, o fechamento das contas do ano anterior será a base para a elaboração do plano de finanças deste ano. Contas (receitas e despesas) do ano anterior deverão ser organizadas e postas em ordem, afim de facilitar futuras consultas às contas anteriores. Também deverão constar no plano financeiro anual.

Cronograma das reuniões e assembleias:

Seja uma assembleia extraordinária ou uma assembleia ordinária, é sempre bom deixar todos os envolvidos cientes bem antes da data para a qual a reunião está agendada. A presença de todos os condôminos e pessoas relacionadas ao condomínio é se suma importância, ainda mais se algum ponto tiver que ser votado. Seria viável, a criação e colagem de uma espécie de calendário no mural do condomínio, onde constariam datas de reuniões, eventos festivos no condomínio e, claro, as datas das assembleias.

Patrimônio, estoque e fornecedores do condomínio:

fornecedores para condomínio

Por mais clara que a importância desses três pontos possa ser, na maioria das vezes, eles passam despercebidos no ato da elaboração do plano anual. É indispensável que o síndico e sua equipe estejam cientes dos itens que constam no inventário do condomínio, bem como de seu patrimônio. Será possível elaborar um plano de compras, onde será dada prioridade aquilo que está em falta. Todo esse processo de compra e conferência do estoque esbarra em outro fator importante para o plano do ano do condomínio: os contratos com fornecedores e prestadores de serviços do condomínio. É bom para aproveitar o momento para ir atrás de contratos que ofereçam um melhor serviço pelo melhor preço.
Alguns sistemas para administração de condomínio até mesmo oferecem soluções na área. Um bom exemplo é a empresa Seu Condomínio, que oferece um módulo capaz de enviar dezenas de cotações a dezenas de fornecedores diferentes com apenas alguns cliques. Após o fornecedor preencher sua oferta, basta o síndico autorizar ou não a compra! Marque uma demonstração e conheça nosso sistema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *