Slide toggle

o sossego do morador. Para uma unidade que está cercada por outras quatro, uma simples queda de um objeto já pode ser suficiente para acordar ou atrapalhar o bem-estar. Passos à noite, arrastar de móveis, barulho da TV, de rádio, de brigas e discussões dos vizinhos são constantemente alvo de reclamações por quem se sente incomodado.

E se mesmo depois de ter conversado com o síndico do condomínio, o barulho persistir? Bom, essa seria, provavelmente, a hora de se mudar ou encontrar um jeito mais fácil de acabar com esse problema.

A melhor solução para esses casos é a implantação de isolamentos acústicos no condomínio. Eles podem ser colocados em portas, janelas, pisos, forros e até mesmo tubulações (para quem se incomoda com o barulho da água corrente puxada pelas bombas). O isolamento acústico pode acontecer por meio de placas de cimento, gesso, chapas de aço, amortecedores ou outros materiais que atuam como isolantes acústicos. Se aplicadas corretamente, essa solução poderá fazer com que a paz volte a estar presente nos apartamentos. Para cada caso, há um valor e um modo de instalação diferenciados, além, é claro, da recomendação para cada situação. É preciso verificar se a intervenção da estrutura necessitará de uma ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) ou RTT (Registro de Responsabilidade Técnica). Além disso, é bom verificar se a unidade inteira (piso, forro, portas, janelas e tubulações) será necessário.

Vale lembrar que essa solução é tanto para quem reclama do barulho quanto para quem causa o barulho. No primeiro caso, o cliente ficaria satisfeito com o seu sossego e no segundo com a comodidade em não ter que alterar seu padrão de vida.

É recomendável o uso de isolamento acústico não só nas unidades do condomínio, mas também nas áreas de utilização comum, como salões de festas, sala de jogos, salas de cinemas, salões gourmet e garagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *