Slide toggle

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) revelou que no ano de 2015 quase 2 milhões de brasileiros possuíam nome sujo. Esses dados refletem na economia do Brasil com relação ao desemprego, que neste ano aumentou cerca de 9,5%,  o maior índice desde 2012,  assim divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Todo condomínio sofre com as temidas inadimplências, pois manter as contas em dia não é uma tarefa fácil, seja por gastos excessivos, problemas de saúde ou qualquer outro imprevisto.

Quem vive em condomínio além de realizar o pagamento das contas de água, luz e telefone, também tem que arcar com um item a mais que pode pesar no bolso, a taxa do condomínio. Mas saiba que é possível reverter a situação no seu condomínio com algumas dicas.

Primeiro é necessário distinguir um atraso de pagamento com inadimplência.
Quando se trata de um atraso, ao realizar o pagamento, o morador terá que pagar também a multa diária, que é cobrada principalmente em boletos.

Se você é  síndico e quer diminuir a taxa de inadimplência, você pode pensar em medidas como:

  • Observando o caso do morador, deve informá-lo sobre a sua situação.
  • Estabeleça campanhas de economia, de água e luz, dessa forma é possível manter a taxa mais baixa possível.
  • Para estimular os condôminos, o síndico pode promover sorteios aos moradores que pagarem suas taxas em dia.
  • Em caso de inadimplentes, esteja aberto a acordos. Segundo o Art. 1348 do Código Civil é possível fazer acordo para que o condômino consiga quitar o débito.

Mas caso você seja o morador, e não encontra uma forma de sair da inadimplência, veja a baixo algumas dicas:

  • O condômino deve ficar ciente que caso de inadimplência pode se tornar sério.
  • Para evitar ou sair da inadimplência, deve ficar atento aos seus gastos, e se perguntar se realmente precisa comprar ou gastar o quanto tem feito.
  • Economize na água e na luz, além de ajudar o planeta ajuda também com relação as contas.
  • Cartão de crédito é o amigo de muita gente, mas também pode se tornar um inimigo. Deve-se saber usá-lo de forma que não te deixe apertado no final do mês.
  • É mais vantajoso comprar sempre a vista e pedir desconto.
  • E claro, você deve gastar sempre menos do que ganha.
  • O condomínio não pode proibir o condômino inadimplente de realizar atividades oferecidas pelo condomínio, como o uso de áreas comuns. O mesmo também não pode expor o caso do morador inadimplente aos demais vizinhos.

tema: Dicas para sair da inadimplência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *