Slide toggle

Condomínio é definido como um conjunto residencial composto de edifícios ou casas, geralmente cercado e com acesso controlado. Para que o condomínio esteja sempre protegido contra invasões, é necessário a aplicação de medidas de segurança.

A segurança de um é a segurança de todos. Então, tanto o síndico, quanto os condôminos precisam ficar atentos e seguir as medidas de segurança.

Segue abaixo 10 orientações básicas que todo condomínio deve seguir:

·  As regras de funcionamento do condomínio em geral, principalmente nos aspectos de segurança devem ser claramente estabelecidas (com a participação de todos) e repetidamente lembradas a condôminos e funcionários, preferencialmente por escrito e afixadas à vista de todos que vivem e trabalham ali;

·  Um sistema de segurança precisa de constante manutenção, assim as verificações devem ser o mais frequentes possível;

·  Registre todos os fatos que envolvam problemas de segurança no condomínio, em livro próprio, na delegacia da Polícia Civil quando lhe couber.

·  Faça vistorias em todos os locais de interesse para a segurança, a fim de detectar comportamentos inadequados de funcionários e condôminos;

·  Em caso de situações de emergência que ocorram defronte ao condomínio, faça o que está ao seu alcance sem expor o condomínio. Acione a polícia ou os bombeiros sem abrir as portas do condomínio;

·  A verificação do sistema de segurança do condomínio deve ser diária, com as devidas reposições imediatas, principalmente no que tange à luz;

·  Auxilie o pessoal de portaria, no controle de acesso de pessoas ao condomínio, principalmente se são pessoas estranhas a ele que você convida para a sua residência;

·  Gastar algum tempo indo até a portaria para receber um produto que você solicitou, ao invés de autorizar que o entregador vá até a sua casa ou apartamento, é um investimento valido, para a sua segurança, da sua família e de seus vizinhos;

·  Lembre-se que a sua residência deverá ter sua própria segurança, independente da segurança que o condomínio fornece. Igualmente verifique o trancamento de portas e janelas, acione luzes e alarmes que a sua residência possuir;

·  Evite a “segurança de fachada”. Não pode haver um aparato de segurança apenas na parte frontal da edificação, deixando-se as laterais ou fundos dela desguarnecidos.

Fonte: http://perimetralseguranca.com.br/blog/como-aumentar-a-seguranca-condominios-residenciais/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *